Paulistão Vôlei – Cap 4 – Da Participação

Menu
  • 4- DA PARTICIPAÇÃO 

    Art. 11 – Poderão participar do “Paulistão de vôlei 2017”, entidades constituídas, tais como clubes públicos (CEE, CDC, CEUS´S) e privados, estabelecimento de ensino, estabelecimento religiosos, comunitários, comerciais, ou qualquer equipe formada deste que seja feito o pagamento da inscrição e respeite a quantidade mínima e máxima de atletas necessária para a realização das partidas.

     

    Art. 12 – No campeonato, cada responsável de equipe poderá inscrever quantas equipes desejar, deste que não utilize o mesmo nome de agremiação.

     

    Art. 13 – No caso das Modalidade Livre séries A e B, o atleta poderá competir apenas por uma equipe, e em caso de dupla inscrição, o atleta será efetivado pela equipe no qual constar seu nome em sumula primeiro, e não caberá a outra equipe a substituição do atleta. Os atletas que jogarem a categoria Master ou Sub 21, poderão também se inscrever na categoria Livre serie A ou B.

     

    Art. 14 – As entidades esportivas poderão inscrever esportistas com idade livre, sem limite mínimo ou máximo, cabendo a cada equipe a responsabilidade por seus atletas e respeitando suas respectivas categorias.

     

    Art. 15 – A inscrição no “Paulistão de vôlei 2017” implica na anuência e irretratável permissão de uso do nome, imagem e voz dos inscritos, através de quaisquer veículos de comunicação, mídias ou modalidades existentes de exploração de imagem e som, pública ou privada, incluindo, mas não se limitando, ao direito de retratação, produção, reprodução, disponibilização, distribuição, comunicação, informação ao público, edição, adaptação, transformação, sonorização, sincronização, fixação, publicação, inclusão em base de dados, armazenamento, exibição, execução, difusão, radiodifusão e (re) transmissão.

     

    Art. 16 – Caso seja preciso usar do procedimento do “Recurso”, o mesmo deverá ser apresentado em até 48 (quarenta e oito) horas, formalizado por e-mail e detalhando o ocorrido e atletas e equipes envolvidas. Será analisado e em caso de irregularidade, caberá a comissão organizadora decidir a punição da mesma, não havendo qualquer recurso sobre a ação tomada.

     

    Art. 17 – A substituição de qualquer dos inscritos somente será permitida no caso de óbito, desde que devidamente comprovado através da certidão correspondente.

     

    Art. 18 – As Entidades participantes do evento estão obrigadas a conhecer e a respeitar todos os princípios que regem a lei brasileira, não sendo aceito nenhum tipo de preconceito, seja ele de qualquer natureza.

     

    Art. 19 – As equipes deverão se apresentar à “mesa de controle” da partida com 15 (quinze) minutos de antecedência, devidamente munidas da documentação (RG, CNH e documentos de profissões com fotos (Ex: OAB, CREF, entre outros) de todos os participantes (jogadores, técnicos e demais pessoas que permanecerão no local de jogo)). Todas as pessoas que venham a permanecer no banco de reservas (jogadores, técnicos, médico, massagista, etc.) durante a partida, só terão permissão de adentrarem a quadra se estiverem devidamente identificadas.