Proc. 012/2016 – Agressão á Arbitragem: Membro Familia Marleys-1721

Seção de enquadramento e aplicação do Código Disciplinar:

Seguindo Código Disciplinar da entidade em seu Regulamento Geral de Competições, enquadrando as denúncias recebidas, diante do relatório de arbitragem dos oficiais da partida que segue:

No dia 13-08-2016, em jogo válido pelo Campeonato Paulista 2016 – Chave de Sábado, os jogadores da equipe Surpresa FS, Srs; Diego Garcia e Adriano Teixeira ofenderam o árbitro da partida com as seguintes expressões: “…A culpa é sua por perdemos o jogo,  pé de chinelo, covarde, filho da puta, cuzão..”  e seguiu “deveria quebrar sua cara…” declarou Sr. Diego Garcia. Anteriormente  o Sr. Adriano Teixeira deu inicio a série de reclamação e declarou: “..Perdemos por sua culpa, você foi tendencioso desde inicio, seu Paspalhão e fraco para apitar…”.

A definição da palavra PASPALHO: O mesmo que O mesmo que idiota, mané, babaca etc. Fonte: http://www.dicionarioinformal.com.br/paspalho/.

As partes foram citadas em 18-08-2016.

Enquadramento: As ações averiguados fere os termos do Código Disciplinar da entidade em seu Capítulo 10º, Artigo 28º, inciso(s): 2.1 – Ato de agressão verbal para com oficiais de arbitragem: Suspensão de 3 jogos e multa de R$ 100,00 (Cem Reais) a(s) equipe(s).  Assim estão suspensos e multados os autores das ofensas, Srs. Adriano Teixeira e Diego Garcia, nos termos supracitados, cada com 3 jogos de suspensão e multa  definida no inciso 2.1.


Com a publicação da presente decisão no site da LigaSP, todos os participantes dos campeonatos administrados pela entidade, a equipe de arbitragem e os diretores da referida Liga, estão automaticamente notificados e obriga-se a cumprir com determinado.

Cita-se, Cumpra-se, imediatamente.

Tribunal Esportivo Independente