009-2017

Seção de enquadramento e aplicação do Código Disciplinar:

Seguindo Código Disciplinar da entidade em seu Regulamento Geral de Competições, enquadrando as denúncias recebidas, diante do relatório de arbitragem dos oficiais da partida ao qual deram ciência e, ato continuo, citamos os envolvidos;

No dia 16-09-2017, em jogo válido pela Campeonato Paulista 2017 entre as equipe Galátikos x Palestra-Hamas houveram irregularidades e denúncias feitas pelo Relatório de Arbitragem e os Dirigentes das equipes, ao qual merecem análise minuciosa, a saber;

a) Em jogo marcado para as 12h30 a arbitra Thamara Eloy e o anotador Andrey Fava chegaram precisamente 13h00 no local da partida. O Diretor da Equipe Palestra Hamas chegou ao ginásio precisamente as 12h40, conforme relato de arbitragem e a Direção do Galátikos FS solicitou o WO com argumentação que a equipe adversário não tinha jogadores para inicio da partida, atestado pelo oficial Ronaldo Silva, presente no evento desde 12h00 no local.

b) No jogo do Quadro A foi relatado invasão de quadra por terceiros e falta de segurança pelo mandante, além, foi relatado que jogo terminou faltando 10 minutos para seu tempo normal.

Sem mais;

Do Enquadramento: As ações averiguados requerem análise minuciosa frente aos termos do Código Disciplinar da entidade em seu Capítulo(s) e Artigo(s) e inciso(s), a começar:  

Da Análise das denúncias;

a) Conforme as denúncias, o atraso de arbitragem foi justificado pelos os oficiais com causa dada ao jogo, evento anterior, no Ginásio Safó, com atraso que prejudicou a logística entre uma partida e outra.  Entretanto dentro do limite que consta no regulamento e consta em relatório a arbitragem chegaram ao local, como prova realizando a partida do quadro A normalmente.

b) Sobre a presunção de WO parcial no quadro B, confirmada pelas partes presente ao ginásio, sobretudo pelo Oficial Ronaldo Silva, fica evidente se tratar de ausência de equipe para inicio da partida, que contava com 1 árbitro e totais condições para inciar.

c) Sobre a situação do jogo do quadro A ter sido interrompido à 10 minutos do fim, com alegação de invasão por terceiros, favorecendo a equipe mandante, responsável pela sua praça esportiva, com base e analise na súmula e no relatório de arbitragem, foi constatado o fato da interrupção, entretanto interrupção parcial e não total do evento, de pronto contornado pelo mandante, tanto que constam anotações no documento do jogo de gols e encerramento de partida que não comprovam a tese levantada pela contra parte.

Da Decisão:

De acordo com o Regulamento Geral de Competições e Código de Conduta e Disciplinar da entidade decidimos através do enquadramento:

a) Esse Tribunal determina o placar de 3×0 em favor da equipe Galátikos FS no quadro B, com WO parcial cometido pela equipe Hamas.

b) A direção do Hamas pagou taxa de arbitragem, esteve no local da partida e cumpriu com suas obrigações de regulamento. Fato é que o Quadro A ocorreu com normalidade.

b) Determina ainda manter o placar do jogo da quadro A, indeferindo a denuncia de interrupção.

Com a publicação da presente decisão no site da LigaSP todos os participantes dos campeonatos administrados pela entidade, a equipe de arbitragem e os diretores da referida entidade esportiva, estão automaticamente notificados e obrigam-se a cumprir com determinado.

Cita-se, Cumpra-se, imediatamente.

Tribunal Esportivo Independente