005-2017

Seção de enquadramento e aplicação do Código Disciplinar:

Seguindo Código Disciplinar da entidade em seu Regulamento Geral de Competições, enquadrando as denúncias recebidas, diante do relatório de arbitragem dos oficiais da partida que segue:

Seção 005-2017

Casos diversos;

A – Sr. Ricardo Cardoso, jogador da equipe Palestra FS foi denunciando através do relato de arbitragem por tentativa de agressão e ameaças e ofensas a arbitra da partida, no jogo que fizeram parte Palestra x Logo Cedo válido pelo Copão da entidade. Segue trecho do relatório: Diz a Arbitra “assim que recebeu o cartão vermelho veio em minha direção descontrolado, com intuito de me agredir fisicamente, sendo contido por demais membros de sua equipe”, Segue o relato: “Vai me expulsar, sua filha da puta do caralho… Você não vai sai daqui hoje, pode esperar”  

B – No mesmo jogo um membro identificado pela equipe de arbitragem como torcedora do Logo Cedo ameaçou a árbitra da partida com as seguintes palavras: “Tá se achando a princesinha, eu que sou mulher posso quebrar a sua cara…”

C – Ainda nessa mesma partida o jogador Cleiton Gonçalves Domingues, (Palestra-Hamas), proferiu as seguintes palavras: “Essa árbitra não apita mais aqui, árbitra ruim do caralho…” e finalizou “Pode me relatar, pode me relatar, Vai tomar um pau” 

D – Sr. Luis C. Martins Araújo, Técnico da equipe Nove FF, punido no processo 004-2017, foi denunciando por interação e ato contínuo descumprimento de sentença no jogo que fizeram parte Nove de Julho x Gesa.

E – Na mesma partida a jogadora Dayana D dos S Silva da equipe Nove FF, após contestar uma marcação de gol contra sua equipe, virou-se para a representante Karina Fonseca e os membros que estava assistindo a partida e disse as seguintes palavras: “Estou cansada dessa porra de arbitragem, dessas bostas de árbitros, vai tomar no cu, batendo no peito e dizendo: Agora vcs podem me expulsar nessa porra”

F – A ação da arbitragem foi denunciada pela procuradoria da LigaSP, averiguando suas ações nas partidas em consonância e aplicação a regra estipulada pela CBFS e FPFS no que tange a aplicação da regra de jogo nessa partida.

sem mais.

As partes citadas de acordo com os acontecimentos via whatsapp.


Enquadramento: As ações averiguados fere os termos do Código Disciplinar da entidade em seu Capítulo 10º. A Analise e enquadramento segue separadamente para cada caso, ao qual seja;

Os casos acima relatados são de natureza grave, pois trata-se de praças esportivas, ginásio para atividades e práticas de esportes  Ato aqui relatados pela equipe de arbitragem e sem provas que as derrubem desrespeitam todos os  presente ao ginásio, justificando-se, ou tentando justificar-se seus atos, com base em desempenho técnico dos que lá prestavam seus serviços. 

Ferem as leis dos desporto, Ferem as leis da CBFS, da FPSF, da LigaSP e do limite do respeito e convívio entre pessoas. Além… ferem a autoridade máxima de uma partida de futebol, a equipe de arbitragem.


A) A conduta do Sr. Ricardo Cardoso dos Santos, acima qualificado, fere as seguintes alíneas do Código Disciplinar da entidade: 

1.3 – Tentar agredir qualquer membro presente no ginásio: Suspensão de 90 dias ao(s) membro(s) e multa de 200,00 (Duzentos Reais) a(s) equipe(s), 

2.1 – Ato de agressão verbal para com oficiais de arbitragem: Suspensão de 3 jogos e multa de R$ 100,00 (Cem Reais) a(s) equipe(s).

2.3 – Ameaças à membros inscritos ou não: Suspensão do(s) envolvidos(s), e multa de R$ 150,00 (Cento e Cinquenta Reais) a(s) equipe(s)

Decisão:  Vale ressaltar a ação positiva dos membros da equipe Palestra FS, evitando que a o mesmo chega-se a vias de fato contra a arbitra da partida.

Com base no relatório de acusação e defesa, está punido o Atleta Sr. Ricardo Cardoso dos Santos em 90 dias de Suspensão a contar da data do evento, impedido de participar de qualquer evento organizado pela entidade nesse período, além de mais 5 jogos de suspensão pela  equipe Palestra FS.  e Multa, ainda conforme as alíneas,  em R$ 300,00 reais, (Trezentos Reais).

E no caso de algum membro dessa mesma agremiação se envolver em um evento da mesma natureza a penalidade será dobrada por reincidência de delito.


B) Quanto a torcedora da equipe Logo Cedo que foi denunciada por ameaçar a arbitra da partida, e torcida é responsabilidade das equipes, toda e qualquer ação recai sobre a direção das equipes, nesse caso e fere a alínea 2.3 do Código Disciplinar da entidade: Assim sendo está punida a Direção da equipe Logo Cedo com multa de R$ 150,00 (cento e cinquenta reais).


C) Sobre a conduta do Sr. Cleiton Gonçalves Domingues acima qualificado, fere claramente a alínea 2.1 do Código Disciplinar da entidade: Dessa forma está punido com 3 jogos de suspensão e com multa de R$ 100,00 (cento reais).


D) Já o  Sr. Luis C. Martins Araújo, de acordo com as determinações da FPFS, qual segue:

i) Os técnicos ou treinadores, massagistas ou atendentes, médicos, fisioterapeutas, preparadores físicos e jogadores quando expulsos do jogo ou cumprindo qualquer tipo de suspensão, quando presentes nos locais dos jogos, deverão se posicionar, obrigatoriamente, no lado oposto do local onde se encontra o banco de reservas de sua equipe na quadra de jogo, não sendo permitido qualquer tipo de manifestação. (…)

Observe: Qualquer tipo de manifestação. Qualquer um.

Dessa forma, punido no processo 004-2017 fica evidente o descumprimento de sentença imposta pelo Tribunal da entidade, atestado pela equipe de arbitragem de forma coletiva ou em suas oitivas individuais que o autor tentou em alguns momentos intervir no jogo dando instruções a atletas, protestando veementemente contra arbitragem e mandando recado através de outros membros. E de acordo com a sentença 004-2017 e alínea 5.2: (Deixar de cumprir decisões de Tribunal: Penalidade duplicada a(s) equipe(s) e em caso de nova reincidência eliminação da equipe).

Está punido Sr. Luis C. Martins Araújo com multa de R$ 200 reais (Duzentos reais) e 6 jogos de suspensão, atendendo dispositivo 5.2 do Código Disciplinar de penalidade duplicada em relação a sua primeira decisão.  


E) A conduta do atleta Dayana D dos S Silva da equipe Nove FF, legalmente inscrita na competição, fere claramente a alínea 2.1 do Código Disciplinar da entidade: Assim sendo está punido com 3 jogos de suspensão e a multada de R$ 100,00 (cento reais).


F) Já a atuação do árbitro Leandro D´elia, por descumprimento de aplicação da regra, Fere o código De Arbitragem em seu capitulo 11º;

 – Deixar de observar as regras da modalidade; Suspensão de 30 dias e/ou eliminação da Competição da chave em que fez parte. Se reincidente, exclusão do quadro de árbitros.

Sendo assim está Suspenso da competição Copão LigaSP 2017, Chave Feminina.


 Na dosimetria da penalidade não há nenhum elemento que possa acrescer a punição em virtudes da qualificatória.

Frise-se que qualquer evento semelhante cometido pelas Torcidas, Atletas, Diretorias e Comissões Técnica dessas agremiações filiada a entidade, com esse cunho ou outra natureza que fira o Código Disciplinada da entidade, a penalidade imposta será dobrada, servindo de Jurisprudência para os demais casos e equipes.

Com a publicação da presente decisão no site da LigaSP, todos os participantes dos da competição em vigor, a equipe de arbitragem e os diretores da referida Liga, estão automaticamente notificados e obriga-se a cumprir com determinado.

Cita-se, Cumpra-se, imediatamente.

Tribunal Esportivo Independente